fbpx

Passo a passo para empreender em 2020

O sonho de ter um negócio próprio faz parte da vida dos brasileiros há anos, e, ainda seguindo a cultura estabelecida, as pessoas costumam aproveitar o início de um novo ano para concretizarem os seus desejos. O que muita gente esquece, por conta do nervosismo de começar logo, é que para ter sucesso e destacar-se entre os concorrentes no ano atual, é preciso seguir um passo a passo para empreender em 2020.

Você tem uma boa ideia, acredita que essa é a sua chance de mudar de vida e deseja realmente colocá-la em prática? Então, continue a leitura e descubra agora o guia para o seu sucesso nesse novo ano. Esqueça aquelas velhas perguntas: “por onde devo começar?” e “será que vai dar certo?” – elas só costumam resultar em insegurança e medo.

Passo a passo para empreender em 2020

Passo 1: Faça uma autoavaliação e descubra o seu perfil

Enquanto alguns dizem que para ser feliz profissionalmente basta ter amor ao que você faz, as estatísticas com altas taxas de mortalidade empresariais comprovam que o sonho de ter um negócio próprio atrelado somente à felicidade, amor e realização, não são requisitos suficientes para o crescimento e estabilidade de uma empresa.

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 60% das empresas abertas no país tendem a cancelar os seus serviços antes mesmo de completarem cinco anos de funcionamento – e uma das principais causas é o mau comportamento do empreendedor.

Portanto, para que o seu negócio não esteja incluído nessa estatística antes mesmo de 2025, saiba que o primeiro passo é fazer uma autoanálise crítica e identificar exatamente o seu perfil.

Não sabe como concluir essa etapa? É mais simples do que parece, acredite! Basta responder, com sinceridade, questões como essas:

  1. Qual a sua atividade preferida?
  2. O que você mais gosta de fazer?
  3. Quem você enxerga como um bom líder?
  4. No ranking das suas principais características, qual a posição da persistência e do comprometimento?
  5. Como seria o negócio perfeito para você?
  6. Seus amigos e/ou familiares mais próximos costumam te definir como uma pessoa competitiva?
  7. Em que você deseja investir?
  8. Coragem é o que te move?
  9. Como é a sua relação com o público (clientes)?

Saiba mais sobre a importância do autoconhecimento para o empreendedor.

Passo 2: Identifique o estilo de negócio que deseja investir

Depois de responder as perguntas acima e descobrir quais os seus pontos fracos e fortes na posição de empreendedor, agora é preciso definir exatamente o tipo de negócio que você deseja transferir do papel para a vida real.

Passo 3: Escreva um Plano de Negócios eficiente

Ao contrário do que muitos ainda acreditam, não basta somente ter uma boa ideia para ter sucesso. Antes de comprar todo o material necessário e investir em um negócio próprio, é preciso um tempo de análise e preparação. Afinal, sem um planejamento correto, o risco de fechar as portas logo nos primeiros meses é grande.

Os empresários de sucesso, cientes de que tudo nessa vida exige um planejamento, alertam constantemente que a elaboração de um Plano de Negócios eficiente é a melhor ferramenta para prever o futuro de uma empresa.

Entre as diversas vantagens que esse documento oferece, está a possibilidade de rever e alterar as etapas do caminho já traçado: assim, você pode atualizar o andamento do negócio para que ele esteja cada vez mais perto de atingir o melhor resultado possível. O hábito de corrigir os possíveis erros e inserir novos processos, de acordo com a demanda e as tendências do mercado, deve ser encarado como uma chave para melhorar seu negócio.

Portanto, não se esqueça: um dos passos mais importantes para quem deseja se tornar uma referência no segmento proposto – e ainda crescer pessoal e profissionalmente junto ao projeto tão sonhado – é investir na elaboração de um detalhado Plano de Negócios. Com descrições das previsões de crescimento, custos e investimentos, por exemplo, esse documento torna-se essencial para qualquer novo ou já existente negócio.

E para que seja ainda mais fácil você elaborar o seu Plano de Negócios, listamos abaixo os nove estudos que não podem faltar nesse arquivo:

  1. Qual o produto e/ou serviço oferecido e quais os materiais necessários para sua distribuição?
  2. Como você avalia os riscos e as oportunidades atuais?
  3. Quais são as etapas e os processos exigidos para a fabricação/confecção/preparação do produto e/ou serviço?
  4. Quais mercados e segmentos podem ter interesse no projeto elaborado?
  5. Quais são os hábitos de consumo dos potenciais clientes do seu produto e/ou serviço? Faça uma pesquisa de campo!
  6. Qual é a avaliação dos concorrentes? Descreva os pontos fracos e fortes dos mesmos e analise a competitividade local e regional.
  7. Qual é o quadro financeiro calculado para o seu projeto? Exemplo: quanto de dinheiro será investido no início e qual o prazo para obter o lucro a partir desse comportamento numérico?
  8. Qual é a previsão inicial de vendas e as formas de efetuá-las?
  9. Quais são as sugestões de ações de marketing e propaganda para a divulgação de inauguração?

Passo 4: Busque suporte especializado

Imagine uma pessoa que nunca nadou na vida tentando nadar. Provavelmente, sem as noções básicas de como equilibrar e movimentar o corpo na água, o desespero e o afogamento serão protagonistas dessa experiência, concorda?

Por outro lado, um cenário de calmaria e adaptação surgiria caso a pessoa contasse com o apoio de um profissional capacitado nesse esporte, que é capaz de transmitir perfeitamente os seus conhecimentos – tornando-se um guia no momento de necessidade.

Imaginar essas duas situações divergentes é uma ótima maneira para você enxergar a necessidade de contar com um suporte no seu projeto. Felizmente, conforme os anos foram passando, muitas empresas investiram em gestões empresariais e de marcas. Por conta disso, hoje é fácil encontrar pessoas e equipes renomadas para administrar desde a produção até os recursos humanos disponíveis em seu Plano de Negócios. Descubra a relação entre suporte especializado e produtividade.

Passo 5: Fomente o seu Networking

Qual é o segredo para ter sucesso profissional? Os principais veículos de comunicação e os colaboradores das mais conhecidas empresas nacionais e internacionais concordam que a chave é manter contato com outros profissionais.

Sabe aquela velha frase “o que manda é a sua rede de contatos”? Então: ainda que com uma nomeação diferente, o Networking nada mais é que construir uma boa rede de contatos.

Porém, ainda que pareça simples e fácil construir essa relação, conquistar a confiança e a preferência de fornecedores, clientes, colaboradores e possíveis parceiros é uma estratégia que exige muita paciência e bom senso. Afinal, o ideal é cultivar bons relacionamentos para futuras parcerias, e não adotar o repulsivo comportamento de um (a) “puxa saco”, que por tanto bajular alguém, costuma ser taxado de falso também… Conheça 3 estratégias de networking.

Agora que você já sabe os cinco primeiros passos para garantir o sucesso da sua ideia – que, sem dúvidas, pode ser lucrativa -, está esperando o quê para enxergar as oportunidades? Pegue o impulso e o fomento econômico que você precisa e tire o melhor proveito do cenário positivo que o início do ano traz!

Alimentação saudável e gourmetizada, clubes de assinaturas, mercado especial para pets, produtos de beleza e cosméticos, cursos de coaching, opções de economia compartilhada, como o Uber, ou mesmo o mercado mobile, chamado de e-commerce; não importam quais ideias você escolheu para este novo ano – o que realmente fará a diferença é você seguir o passo a passo para empreender em 2020 que apresentamos acima!

Se deseja um acompanhamento profissional para abrir seu negócio da maneira correta, após esse passo a passo para empreender em 2020, veja mais sobre análise de viabilidade aqui.

Tem mais sugestões para complementar o Plano de Negócios? Comente abaixo!



Deixe uma resposta