fbpx

Nova Economia, adapte-se ou morra!

O mundo mudou, faz sentido? Acredito que mais do que mudou, ele está em constante evolução, transformação, ebulição. Por isso, eu tenho uma pergunta: como você, sua equipe e sua empresa estão se adaptando a essa Nova Economia?

Talvez falar de Nova Economia em um país onde menos de 5% das empresas tem conhecimento sobre o assunto e, um número infinitamente menor, coloca em prática, pode soar até como uma utopia. Isso hoje, mas com certeza ou você começa a se aprofundar cada vez mais nesse assunto ou seu negócio terá uma grande dificuldade para estar vivo daqui 5 anos, você acredita nisso?

Em um primeiro momento pode até parecer assustador, mas se você começa a se aprofundar no tema, identifica que esse processo é uma mal necessário.

Abaixo nos deparamos com algumas realidades do dia a dia do empresário e eu gostaria que você lesse as mesmas e respondesse:

Você acredita que uma empresa que vive diariamente nesse rotina tem maiores chances de sucesso ou fracasso?

  • Falta de processos e de controle de indicadores;
  • Tomada de decisões em cima do “achismo”;
  • Setores refém das pessoas/gestores;
  • Visão imediatista e gestores bombeiros (operacionais e apagadores de incêndios).

Trazendo aqui a minha resposta para a pergunta feita: Na minha ótica é possível se conseguir sucesso sem mudar os pontos acima, mas eu acredito fielmente que aquelas empresas que estiverem mais próximas, vivenciando na prática, as estruturas que irei compartilhar abaixo terão maior chance de sucesso!

O que a Nova Economia pede?

Pessoas sendo treinadas e capacitadas diariamente, ou seja, treinamento não é mais um beneficio e passa se tornar um feijão com arroz de todo negócio.

Processos mapeados, revisados e melhorados, você tem isso? Se não, faça um exercício: mapeie o seu processo comercial em uma folha e veja o que se abre, posso dar um spoiler? Você vai ter se arrependido de não ter feito antes!

Indicadores e MAIS INDICADORES para uma gestão de resultados. Me responda agora: Qual o seu número de oportunidades no mês? De onde eles estão vindo? Qual a sua taxa de conversão? Retenção e revenda? ROI? Considere, você precisa saber.

Tecnologia: não sei se já me acompanha e me conhece, mas eu sou mineiro, de uma terra onde a palavra tecnologia soa até como ofensa, mas hoje passado quase 10 anos no mundo empresarial, atendendo mais de 350 empresas, aprendi algo: se modernize ou perca competitividade, de que lado você quer estar?

Por isso falar de Nova Economia é um “tesão”, um caminho sem volta e espero que nessa jornada da vida empresarial, você possa fazer escolhas, implementar ações e se comprometer diariamente a ser diferente, mas lembre-se conhecimento e disciplina são coisas dos tempos primoris e ainda hoje são fatores chaves de sucesso.

A você, sucesso!



Autor: Gustavo Resende
Mercadólogo, especialista em finanças e Diretor de projetos da GGV com skills orientadas a gestão de negócios, finanças e relacionamento empresarial.