fbpx

Posicionamento de marca: veja a estratégia de 6 marcas

“Por que o posicionamento de marca é tão importante? Vale quase um bilhão de dólares!”, pergunta o leitor.

O posicionamento do produto é central para o sucesso de uma estratégia. Esse conceito fica bem próximo do branding, e assim como ele, também é caracterizado como um dos PILARES do seu planejamento de marketing

“O posicionamento de marca descreve o mercado específico que você pretende atingir e por que você é o único qualificado para ganhar esse mercado”, afirma April Dunford, especialista de posicionamento de marketing.

Um exemplo real e próximo é a própria GGV. Somos uma das únicas equipes peritas em inteligência de mercado na cidade de Curitiba. Pesquisa de mercado, análise de viabilidade e consultoria de vendas voltada ao mercado; todos esses são pontos extremamente qualificados na nossa empresa. Este é o nosso posicionamento: voltado para o público que vê uma NECESSIDADE na área da inteligência em vendas – que não é suprida pelas nossas concorrentes.

E como você pode levar isso para a sua marca?

Aqui estão os passos essenciais que você deve seguir:

  • Comece a focar nos seus MELHORES clientes; o público-alvo que tem mais potencial de passar de fase no funil de vendas.

  • Faça uma lista com as características únicas daquilo que você oferece para este público. Tudo que você considera um bom diferencial!

  • Depois dessa lista, é hora de falar sobre POR QUE isso é válido para o seu público. Discorra sobre o valor de todos esses diferenciais que você citou. Por que seu público deve confiar na sua empresa e como isso vai melhorar a vida dele – muito mais do que o serviço do seu concorrente?

  • Descubra exatamente quem se importa com esses valores. Quem mais precisa de um serviço parecido com o que você presta? Quem são? Onde estão? Quais características A MAIS eles precisam?

  • Agora é a hora de posicionar sua marca exatamente onde eles precisam que ela esteja. É simples: eles têm uma necessidade, e só você poderá atendê-la da melhor forma possível. Deixe isso claro com seu posicionamento.

Vamos entender melhor essa prática através de exemplos? 

6 exemplos fortes de posicionamento de marca:

  • Colcci

Quase todo mundo tem uma Havaianas hoje em dia. De classe baixa até alta. Isso aconteceu porque o posicionamento de marca da Havaianas resolveu focar na inclusão de todas as classes – e se tornou conhecida por essa estratégia. 

Já a Colcci, num viés oposto, tentou levar seus produtos da categoria básica e pré-adolescente para um setor mais específico: o ramo fashion, badalado, dentro da moda. Ao escolher a Gisele Bundchen para ser a garota propaganda, atingiu em cheio o mercado que mirou. Pouco tempo depois, a marca estava figurando no topo da São Paulo Fashion Week. 

A partir daí, a marca começou a alinhar todos os seus produtos, principalmente as vestimentas, com as últimas tendências da moda. Isso é afirmar seu posicionamento para que seu público-alvo saiba que você não deixará de trazer qualidade no que eles desejam.

  • Airbnb

O posicionamento da Airbnb é o mais forte hoje na categoria em que atua – o serviço de mediação entre inquilinos e donos de imóveis. E por que eles conseguiram esse destaque? O que eles tem de diferente?

O diferencial da Airbnb é que eles trazem em seu posicionamento o conceito de conforto seja onde for. Qualquer lugar que se encaixe com você pode ser seu lar. Nem sempre você terá que gastar muito dinheiro para encontrar um lugar que você goste para suas férias, por exemplo. Você só precisa deslizar no aplicativo até que encontre seu lar. 

Nas palavras do CEO da Airbnb, Brian Chesky, por muito tempo as pessoas acharam que o Airbnb fosse um serviço de aluguel de casas. “Na verdade, nosso negócio tem a ver com lar. Uma casa é apenas um lugar; enquanto um lar é onde você pertence”.

O resto do planejamento de marketing ficou fácil depois dessa determinação do posicionamento: com fotografias de alta qualidade e cores chamativas, a Airbnb mostra com detalhes o quão confortável será o ambiente que você ficará.

  • Boticário

A Boticário é o tipo de empresa que tem muitos concorrentes no mercado. Como se sobressair no meio do gigantesco mercado de beleza e estética hoje em dia? Da forma mais improvável: posicionando-se longe dos produtos. A Boticário tenta focar na beleza individual de cada mulher, afastando-se cada vez mais dos padrões de beleza impostos pela sociedade.

Ou seja: conseguiram estabelecer que a beleza é muito maior que a aparência. Para cristalizar ainda mais esse ideal, a empresa fez campanhas fortes no Dia dos Namorados: “Toda forma de Amor” – uma campanha que valoriza as diferenças de cada casal e como todos são belos, independente de aparência, credos ou sexualidades.

  • Amazon

A Amazon tem o forte objetivo de projetar tranquilidade, conforto e paz ao seu cliente. A marca consegue transmitir isso inclusive com a sua logo, que remete a um sorriso tranquilo. Seu principal valor é o bom relacionamento com o cliente – para comprar algo, você não precisa sair do seu conforto. 

A Amazon demonstra aos seus clientes que eles podem ter o que quiserem em casa, sem ter transtornos de logística, por um preço barato e em pouco tempo. Além disso, a empresa tem um esquema de recompensas aleatórias, como cupons de desconto, tickets para sorteios, entre outros – tudo isso gera ainda mais intimidade com seu público, que se fideliza também por essas pequenas atitudes “bondosas” da empresa.

  • Mc Donald’s

O American Way of Life, traduzido como estilo de vida americano, era algo almejado quando o Mc Donald’s entrou no mercado. Lanches clássicos para uma família feliz –  isso era tudo que o público da época precisava. Um momento de descanso da rotina de trabalho junto aos familiares. Para as crianças, diversão e batatas fritas. Porém, os conceitos de marketing nunca estão imunes a força do tempo

Com o passar das décadas, uma nova mentalidade de consumo seria instaurada: a alimentação saudável. Com o avanço da internet e da informação, muitas famílias alteraram suas visões sobre fast food e começaram a se direcionar para opções não tão agressivas nutricionalmente. A educação alimentar começou a virar prioridade.

Além disso, mais recentemente, surge ainda mais um empecilho no mercado: a ascensão das hamburguerias artesanais. A carne artesanal tornou-se um diferencial tão forte que até um gigante, como o Mc Donald’s, sentiu o impacto em suas vendas.

A estratégia, então, veio a tona:

  1. Lançamento de opções saudáveis do lanche, assim como vegetarianas e veganas. 
  2. Surge a Linha Signature: uma série de sanduíches premium, mais voltados ao público com gosto pelo fast food gourmet. Carne artesanal e pães jamais utilizados pela linha antes, como o brioche, foram os pontos-chave dessa inauguração.

Se deu certo? Cada um tem sua visão. Mas uma coisa é certa: é preciso estar sempre antenado ao mercado e as preferências do público. Se o Mc Donald’s não tivesse prestado atenção em seu público, para onde estavam caminhando, talvez não estivessem no mesmo lugar que estão hoje. 

  • Red Bull

A Red Bull é um exemplo que cresceu por vender uma vida esportiva. Eles vendem o conceito da energia, do esporte, do movimento e do dinamismo. Por ter este posicionamento de marca, o público naturalmente associa a marca a uma sensação: a sensação de adrenalina do esporte, da vida movimentada. 

É perfeito para a venda de energéticos. Afinal, todos acabam cedendo para o apelo inconsciente de que, com o Red Bull, terá mais energia para fazer suas atividades. Seu slogan deixa isso bem claro: “Red Bull te dá asas”. E assim, a empresa conseguiu ser uma das dominantes da categoria de energéticos. 

Tudo isso só comprova o sucesso dos passos essenciais, lá do começo do texto: OLHE para os seus melhores clientes e construa o seu posicionamento em cima disso. O bônus de tudo isso, ainda, é encontrar um nicho específico de vendas e ser o destaque nessa área. 

Seja autenticamente VOCÊ e verá como é difícil para os outros copiarem o seu posicionamento de marca. O autêntico é sempre muito diferente de todo o resto!

E o que é melhor do que ser você e ter auxílio específico e profissional para a área do mercado? A GGV estuda exatamente o que você precisa para entender seu mercado. Não jogue fora sua oportunidade de alavancar sua empresa. Fale com um de nossos consultores aqui e solicite um orçamento sem compromisso!





Deixe uma resposta