fbpx

Quer estudar o comportamento do consumidor e não sabe por onde começar? A GGV te mostra as melhores formas de entender o seu público. A compreensão das pessoas que estão por trás do seu público-alvo é muito importante para que sua estratégia de vendas esteja totalmente de acordo com o que eles necessitam. 

A GGV te mostra as melhores formas de entender o seu público neste blog!

 

4 dicas para estudar o comportamento do consumidor:

  1. Não ignore o feedback do cliente; use-o para melhorar seu trabalho.

Em qualquer tipo de venda, o consumidor deseja e espera que sua voz seja ouvida. Então preste atenção! Seus comentários fornecem informações valiosas para a compreensão de seu comportamento. As pesquisas de satisfação, por exemplo, são uma das formas de permitir que os consumidores se tornem participantes ativos de sua marca. Isso permite que você tenha uma ideia de onde sua organização pode melhorar – antes que o consumidor pare de fazer negócios com você.

O feedback pode te dar insights sobre várias melhorias no seu produto voltadas ao bem-estar do consumidor. Seu público pode te ajudar até a revisar seu processo de vendas. Um bom exemplo de empresa que escuta seus consumidores é a Chobani, empresa americana de iogurte grego. Eles usam o feedback do consumidor para criar novos sabores de iogurte!

 

  1. Use o fórum da sua comunidade como um ambiente de estudos para a sua empresa

Os fóruns da comunidade, como grupos no Facebook, Linkedin ou até mesmo algumas páginas no Instagram e no Twitter, fornecem às empresas uma janela para observar como os consumidores se comportam. Os consumidores costumam usar as redes sociais para discutir sobre assuntos que lhes interessam. 

É comum notar as características que eles gostariam de ver ou pontos problemáticos que experimentaram em produtos de determinada área. As organizações podem usar essas informações para ajustar seus esforços de marketing ou estratégia de produto.

“Os fóruns da comunidade são uma fonte poderosa de dados de comportamento do consumidor porque os dados ocorrem naturalmente. Os consumidores acreditam que são os donos da comunidade, e não do fabricante. Os consumidores não estão sendo influenciados a dizer nada. Todas as opiniões são naturais”, comenta o empreendedor americano O’Guinn.

 

  1. Procure tendências em suas análises de atendimento ao cliente

As empresas podem entender melhor como seu público-alvo se comporta também observando os padrões de mudança em:

  • Engajamento do público
  • Primeira resposta
  • Pontuação de satisfação do cliente

Essa estratégia é chamada de análise de histórico. Quando utilizada para planejamentos futuros, ela pode permitir que as empresas prevejam:

  • Quando os membros da sua equipe serão necessários em feriados, lançamentos de produtos e campanhas de marketing;
  • Quais canais fazem sentido aproveitar durante esses momentos;

Imagine que você fez uma atualização do seu software, por exemplo. Se o volume de engajamento do público aumentar ou o tempo da primeira resposta diminuir com cada atualização de software, isso provavelmente indica que os clientes precisam de mais ajuda durante esse momento! Para se preparar melhor, você pode oferecer um guia explicativo para manter os clientes informados antes da atualização.

Rastrear essas métricas em todos os canais é muito importante. Altas pontuações de satisfação no Facebook Messenger podem ser levadas em consideração para criar uma estratégia de conversação por bots!

 

  1. Conecte seus dados de suporte com a visão completa do cliente

Para entender e prever melhor o comportamento do consumidor, as empresas devem conectar todos os dados do cliente – do suporte e de outras áreas da jornada do cliente – para obter insights mais personalizados.

Isso envolve a combinação de dados de suporte com informações do cliente de outras fontes, como seu software de automação de marketing ou sistema de gerenciamento de pedidos. Fazer isso abre possibilidades como:

 

  • Enviar promoções especiais para clientes insatisfeitos em recentes vendas;
  • Dar a sua equipe uma visão das ofertas promocionais que um cliente recebeu recentemente e quais ele buscou saber mais;

 

Tudo isso vale muito a pena – 80% dos consumidores são mais propensos a comprar de uma marca que oferece experiências personalizadas!

Gostou das dicas da GGV para estudar o comportamento do consumidor? Se você ainda não se sente seguro para experimentá-las, entre em contato conosco e nossos especialistas te ajudarão a encontrar o caminho perfeito para a sua empresa.



Deixe uma resposta